Com vista a encorajar o empreendedorismo feminino e impulsionar a participação das mulheres na economia formal, a Embaixada da França uniu forças com a Universidade Licungo e a Camara Regional de Economia Solidária (CRESS) de Mayotte para promover um workshop de formação de mulheres na área de empreendedorismo e economia solidária, designado Trampolim.

De acordo com os organizadores, o Trampolim surge como resposta a fraca adesão das mulheres à primeira edição do evento, decorrido em Quelimane em 2021. Pretende-se com o workshop preparar as jovens participantes para que tenham ferramentas suficientes e que possam concorrer em pé de igualdade ao próximo Fórum que terá lugar em 2023, na cidade da Beira.

Em um dia as participantes receberam induções sobre emergência de ideias e estruturação de projectos com enfoque para à economia social solidaria. Ana Cláudia Sualé, uma das participantes do evento, afirmou ter ficado impressionada com a organização e disse que com a formação teve a possibilidade de ver o mundo de uma forma diferente, olhando mais para as questões de sustentabilidade e inclusão social ao preparar um projecto..

Ainda no evento, foi apresentado um estudo sobre a situação da mulher na economia moçambicana, pelo Dr. Imraan Bahadur e pela Dra. Júlia Cuaira, ambos Docentes da UniLicungo na Faculdade de Economia e Gestão.

DCCI

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *