O escritor e activista social Alcídio Bila lançou, no passado dia 17 de Junho, na Faculdade de Letras e Humanidades (FLH) na Beira, o seu livro intitulado “Crónica de Emergência”, obra que surge de uma ficção baseada nas peripécias que vivera no período da eclosão da Covid-19.

Bila coloca em cena um casal jovem moçambicano residente na capital do país, com dois filhos menores e que teriam ficado confinados, tal como o resto de moçambicanos, em resposta ao primeiro Decreto criado para conter a Covid-19.

De acordo com o autor, o livro pretende despoletar a crise social, psicológica e económica que nascera no período de confinamento por conta da Covid-19 e que de certo modo afectou as relações conjugais e a educação dos filhos. Na mesma ocasião, o autor explicou que o livro foi produzido manualmente com vista a trazer um entrosamento entre a arte, a literatura e o ambiente.

O livro foi apresentado por Dércio Chiemo, docente de curso de História da FLH e contou com a participação de escritores, docentes e estudantes da Faculdade de Letras e Humanidades.

Pedro Chochoma, DCCI

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.