A Universidade Licungo – Extensão da Beira, através do Centro de Estudos de Desenvolvimento Comunitário e Ambiente, (CEDECA) promoveu, no dia 15 de Novembro de 2019, no Campus da Ponta-Gêa, o Ciclo de mesa-redondas sobre Eventos Climáticos: seus impactos e intervenções, cujas temáticas versaram por um lado sobre “ Eventos Climáticos: Políticas públicas e formas de intervenção institucionale por outro lado sobre O papel da sociedade civil face aos eventos climáticos: Intervenção e acompanhamento“,  em resposta às preocupações da comunidade científica e do governo face ao aumento da sua frequência na região costeira de Moçambique.

Atendendo que actualmente cientistas, governos, sociedade civil e ONG`s têm estado a discutir, nos fóruns internacionais e nacionais sobre as evidências dos Eventos Climáticos, seus Impactos locais e formas de intervenção, o CEDECA ao promover este Ciclo de Palestra criou um espaço de debate e intercâmbio entre académicos, especialistas e gestores sobre as temáticas acima propostas para o evento. O ciclo de palestras incluiu três mesa-redondas nas quais foram debatidos a origem de ocorrência dos eventos climáticos e sua relação com as acções humanas e, as implicações destes eventos na esfera social, económica e ambiental.

Vice-Reitora da UL para área Académica, Profª Doutora Brigida Singo, proferiu o discurso de abertura, tendo frisado o seguinte:

Moçambique é um país que se situa na costa oriental de África que normalmente, anualmente senão mensalmente, é afectado pelas mudanças climáticas. As províncias de Sofala e Cabo Delgado, nos últimos tempos, foram também assoladas pelo ciclone Idai e Kenedy que destruíram toda a infraestrutura da Beira, do distrito do Dondo, Búzi, Nhamatanda e outros distritos de Cabo Delgado, e uma parte de Nampula. A destruição dessas infraestruturas exige de nós uma grande responsabilidade como académicos, mas também nos remete à uma reflexão plena da nossa fraca capacidade de responder a esses impactos a tempo útil. Por isso, numa das nossas missões foi desenhada um ciclo de palestras de Mesas-redonda, e por via destas podemos procurar formas atempadas que nos permitem divulgar as informações das nossas pesquisas relacionadas com essesproblemas das mudanças climáticas.O ciclo de palestras que vai iniciar hoje, com três mesas-redonda, nas quais vamos debater a origem e a ocorrência de mudanças climáticas, a sua relação, a sua acção com a actividade do homem, são implicações que nós temos que trazer a sociedade, mas também a esfera económica e ambiental“.

Importa referir que, a realização do ciclo de palestras sobre Eventos Climáticos e seus Impactos locais, teve como objectivo principal contribuir no debate dos eventos climáticos e sua dinâmica atmosférica na perspectiva de compreender a complexidade do fenómeno e minorar os seus impactos sócio-económicos e ambientais.

Foram parte deste evento as instituições como a UNICEF, PMA, GIZ, Cruz Vermelha, Médicos Sem Fronteiras, FhAssociation, IMPRENSA (rádios comunitárias, RM, TVM, STv, Miramar, Pax), e os Palestrantes Prof. Doutor João Carlos Mendes Lima, Prof. Doutor Raimundo Alberto Mulhaisse, Prof. Doutor Mário Silva Uacane, Prof. Doutor Gustavo Sobrinho Dgedge, Prof. DoutorCamilo Ussene, Prof. DoutorJúlio Pacheco e Prof. DoutorRingo Benjamim Victor.

Por Pinto Impito (DCCI-Beira)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *